logo mobile bewell

HIIT

O treinamento HIIT (High Intensive Interval Trainning) foi criado nos EUA e virou febre em vários países, inclusive aqui no Brasil.

Trata-se de um treino com duração média de 20 a 25 minutos, com combinações de exercícios funcionais, calistênicos, localizados e aeróbios sempre na maior intensidade possível, intercalados com curtos períodos de descanso.

A freqüência cardíaca máxima em uma aula de HIIT deve chegar em média a 90%. Por isso a pequena duração da aula, ao contrário de outras que vão de 45 a 60 minutos, mas que são realizadas em média a 60% da capacidade máxima. Com essa alta intensidade o metabolismo trabalha de forma mais acelerada, gerando alta queima calórica durante e também após a aula. Rotina é a única coisa que não se encontra no HIIT, o que o torna motivante!

20 a 25 minutos
+ alongamento

Benefícios da aula

  • • Treinos mais curtos e mais eficientes: os treinos são realmente mais intensos e você precisa ter disposição para suar de verdade, mas os resultados aparecem como você nunca viu. Com menos de 30 minutos de aula, obtém-se maior eficiência do que nos treinos tradicionais.
  • • Queima mais gordura, foco no emagrecimento: os treinos intensos fazem seu corpo continuar queimando calorias e gordura durante o dia, mesmo depois da aula ter acabado. Mantendo a frequência cardíaca alta, você chega a queimar gordura corporal por até 48 horas depois de realizado o treino.
  • • Melhora a capacidade cardiovascular: não é comum realizarmos atividades aeróbicas (corrida, bike, etc) a ponto de chegar na zona anaeróbica, que é aquele momento que você está sem fôlego que chega a fraquejar, e parece que seu coração vai sair pela boca. O HIIT irá levá-lo até lá, o que aumenta sua capacidade cardiovascular – ou seja, o seu fôlego para exercícios aeróbicos de longa duração.

Dicas e Precauções

  • • Pela sua alta intensidade, o HIIT não é um treino para qualquer um. O treino pode ser feito por alunos mais avançados, que já realizam alguma atividade e conhecem bem os limites do seu corpo.
  • • Se alimentar antes de realizar o HIIT é essencial. Consumir um bom pré-treino irá garantir que você terá energia para atingir a máxima intensidade nos exercícios.
  • • O HIIT exige que o praticante tenha um tempo de recuperação. A frequência deve ser no máximo de 2 a 3 vezes por semana, em dias alternados.
  • • É necessário seguir sempre as orientações do professor, que irá montar um treino HIIT de acordo com os seus limites e dentro de uma periodização. Treinar HIIT sempre, e sem supervisão, pode se tornar perigoso.

Quer marcar uma aula experimental? Clique aqui!

Outras
Atividades